tá na mesa: Que seja doce

Esses dias minha avó completaria 77 anos e foi impossível não lembrar das coisas gostosas que ela fazia e das várias conversas regadas a chocolate e risadas.

Uma das favoritas é esta Torta de Bolacha que a prima da minha mãe, Lisi, passou para ela. A receita é bem simples de preparar e o resultado é maravilhoso, espero que gostem!

Ingredientes
2 gemas;
4 colheres de sopa de manteiga (pode ser substituída por margarina em tablete sem sal);
4 colheres de sopa de açúcar;
1 colher de licor de chocolate;
1 lata de creme de leite gelado;
300g de bolacha tipo Maria/Maisena;
5 colheres de achocolatado.

Modo de preparo
Bata bem a manteiga, o açúcar e as gemas, adicione o achocolatado, por último acrescente o creme de leite e o licor e mexa devagar com uma colher. Em um pirex, arrume em camadas as bolachas umedecidas no leite com achocolatado e o creme, termine com uma cama de creme.
.
.

tá na mesa: bolo negrito da Oma

.

Fonte: google imagens

.
Ingredientes:
2 xícaras de chocolate em pó;
1 1/2 xícara de açúcar;
1 xícara de óleo;
2 xícaras de farinha de trigo;
3 ovos;
1 xícara de água fervente;
1 colher de sopa rasa de fermento;

Modo de preparo:
Coloque o chocolate, o açúcar, o óleo, o trigo e os ovos numa vasilha e bata bem. Adicione a água fervente e bata mais um pouco. Por último, acrescente o fermento, mexendo delicadamente.
Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 35 a 45 minutos, varia conforme o forno e forma utilizados.
Dica: depois de 30 minutos é possível abrir o forno para espetá-lo com um palito e ver se ainda está cru (se a massa não grudar no palito ele está pronto).

Calda: 3 colheres de açúcar, 3 colheres de chocolate em pó, 2 colheres de margarina, 2 colheres de leite. Leve ao foto até ferver bem e despeje a calda sobre o bolo, espalhando bem.
.

PS: como este bolo costuma ficar muito macio, não aconselho a usar a receita para recheá-lo.

.

Que tem sabor ácido

.

.

A única coisa ácida que passará por mim hoje será aquela mousse de maracujá geladinha que está na geladeira, só me esperando para ser devorada. Esta receita é perfeita para acompanhar dias agridoces: é só bater no liquidificador uma lata de leite condensado + uma caixinha de creme de leite + 1/2 lata de suco concentrado sabor maracujá, despejar o conteúdo numa travessa e levar para a geladeira até que fique consistente. Caso você, assim como eu, goste mais da segunda parte da palavra agridoce, uma sugestão é preparar um ganache (uma barra de chocolate meio amargo + uma caixinha de creme de leite) e colocar sobre a mousse, et voilà, você terá o que eu chamo de mousse duo
.

Que não tem calor

.

.

E quando a temperatura cai, o vento se intensifica, o tempo fica seco, nada melhor do que aninhar-se em algum canto confortável de casa, do trabalho, na casa dos amigos ou na faculdade e ficar ali, hibernando feito urso, esperando pelos dias quentes. Mas até que esses dias voltem é preciso aproveitar os dias gélidos e fazer algo que nos aqueça, como abrir uma garrafa de vinho e preparar quentão, com açúcar a gosto, um pouquinho de água, uma rodela de gengibre e uns dois pauzinhos de canela. E nada melhor do que aproveitar para comer junto um fondue de queijo e outro de chocolate, e nem precisa ser daqueles refinados: 
 Fondue de chocolate: 1 barra de chocolate meio amargo + 1 pote de creme de leite fresco/nata. Modo de preparo: em uma panela, coloque os dois ingredientes e, em fogo baixo, mexa-os até que fiquem homogêneos, quando estiver pronto transfira o conteúdo para o aparelho de fondue, caso não tenha deixe na panela mesmo. Sugestão de acompanhamentos: morango, banana, maçã, mexerica, carolinas, brownie, etc.
❅ Fondue de queijo: 600g de queijo mussarela + 200g de queijo provolone + 1 pote de creme de leite fresco/nata + 1 pote de requeijão (quem quiser adicionar outros queijos, aí fica a gosto – e bolso – de cada um; também pode ser adicionada uma taça de vinho branco seco). Modo de preparo: em uma panela, coloque todos os ingredientes – para ficar mais fácil de derreter os ingredientes eu sugiro que os queijos sejam ralados – misture-os até que tudo fique homogêneo. Sugestão de acompanhamentos: pão italiano, linguiça húngara (picante), outros salames, torradinhas (sabores: bacon, tomate seco, cebola, alho), etc.
PS: o aparelho de fondue ajuda a manter o alimento quente, é possível encontrá-lo por R$ 30,00 (com 10 peças).

Para os dias frios…

.
.
O dia havia amanhecido gelado naquela primeira manhã do inverno e ela mal conseguiu levantar da cama. A vontade que ela sentia era de passar o dia todo ali, mas ela sabia que isso não poderia durar o dia todo. Então, ela levantou, calçou as pantufas, colocou o roupão, soltou os cabelos e seguiu para a cozinha. Decidiu que por mais que o dia cooperasse para ser tedioso ela evitaria que isso acontecesse. Pegou 1L de leite e as barras de chocolate – meio amargo e ao leite – que tinha guardado da páscoa. Ferveu o leite em uma panela grande. Adicionou ao leite fervido uma colher de chá, bem cheia, de amido de milho. Depois veio a parte doce, adicionou as duas barras de chocolate e também uma pitada de baunilha, um pedaço de gengibre – que é para deixar o chocolate bem quente – e por fim um pouco de canela. Depois de bem quente escolheu a melhor caneca, derramou chocolate quente nela e decorou aquele líquido dos deuses com chantily. E com um pouquinho de dedicação aquele dia, que tinha tudo para ser um dia comum, tornou-se um dia incrivelmente doce.
.