Olá, Maio

Hei, Maio,7686b287c893cd59706a5a3befea2668

Tudo bem com você? Quanto tempo não nos falamos, faz o quê, quase um ano desde nossa última conversa? Acredito que seja algo em torno disso. Das recordações que tenho da última vez que nos vimos são poucas as coisas que consigo lembrar. Interessante prestar atenção na ação do tempo. Quando olho pra você sinto que mudei muito mais que você.

O seu primeiro dia iniciou como de costume, um pouco frio, meio nublado, mas de repente, durante a tarde, um sorriso surgiu no céu e tornou o clima agradável. A noite veio e seu brilho partiu com o sol. Ficamos novamente gelados.

Bem, eu não queria parecer grosseira ao dizer que você não mudou em nada, na verdade você tem tantas coisas boas que não vejo mesmo razão para que mude. Seu clima aparentemente instável nos permite uma certa preparação para os meses gélidos que vem pela frente. Obrigada por isso! Faz com que as mudanças se tornem mais fáceis. E falando em mudanças, acredito que eu mudei bastante, não é só o cabelo e as novidades. É muito mais, algo que começa aqui dentro – no coração – e de alguma forma mágica transparece aqui fora. Entende? Talvez por isso eu imagine que você não tenha mudado em nada, talvez seja porque eu tenha mudado bastante.

Não sei o que te dizer, só gostaria mesmo de te agradecer, por me dar essa oportunidade de clareza e espaço para análise e autoconhecimento. Sei que você é um mês muito bom e propício para isso, então, gratidão por todas as reflexões e calmarias que você trouxe – e traz – para a minha vida.

E hei, vê se não some. Vou tentar fazer o mesmo.

Com carinho,

Ella

Anúncios