summer young

.

.

Eu costumava passar as noites de verão deitada na calçada, atrás da casa, olhando pro céu e pensando no futuro. Pensava tanto que às vezes era possível imaginar o futuro sendo retratado num grande telão de cinema à minha frente, no qual eu via a vida caminhar de maneira cinematográfica, cheia de efeitos especiais, trilha sonora e personagens interessantes. Quando criança, nós temos tanta criatividade que conseguimos ir além do senso comum. Imaginamos nosso futuro sendo representado no teatro, ou quem sabe apresentado no cinema ou na novela das 9 ou ainda publicado em um livro. É engraçado como imaginamos os próximos anos de nossas vidas como algo cheio de acontecimentos incríveis. E eu espero, sempre, que aquela menina, deitada na calçada de casa continue sonhando, imaginando uma vida cheia de coisas boas e que ela tenha força e determinação para colocá-las em prática, todos os dias.
.

.

Dia 12: Uma foto que define sua faculdade, ou a que quer fazer

.

.
Comunicação – SENSACIONAL – Institucional
.

Dia 11: Uma foto de algo que lembre seu Ensino Fundamental

.

Gruta do Bacaetava – Colombo/PR

.
Nós tínhamos excelentes passeios na escola.
.

Paranaguá/PR
Cric – Curitiba/PR

Dia 10: Uma foto antiga da sua família

.

(Cliquem nas imagens para ampliá-las)

Foto tirada sei lá quando, em Gravatal-SC! Acredito que há uns 16 anos atrás.
.

Casamento do meu padrinho, no colo do vô Antunes.

Dia no Botânico, levando puxão de orelha da mãe, irmão no carrinho, prima no colo da madrinha e primo ao lado.

Dia na Praça do Expedicionário com irmão e primos.

Com o primo na sala de casa.

Prima e irmão

Com o pai e a mãe.

Ao seis meses.

Dia do palhaço.

Já fui lutadora-livre.

Em alguma viagem.

.
Impossível escolher uma.

Dia 9: A foto de alguém que marcou a sua vida

Ouvindo ‘Summer Young’ do Rascal Flatts

.

.
Você foi o primeiro a dizer que me amava, fora os familiares e os amigos de muito tempo, você foi o primeiro a me dizer isso e também foi o primeiro a dizer que queria realmente algo sério. Pode parecer estranho, mas para mim foi assustador. Por mais que eu esperasse e quisesse muito isso, eu me assustei. Talvez pareça bobo o que vou dizer, mas eu nunca acreditei que alguém fosse querer algo sério comigo. Minha auto-estima nunca foi muito boa, sei lá. E você era tão legal comigo, desde o tempo de cursinho. Foi estranho como as coisas mudaram na faculdade. Eu só queria pedir desculpa. Talvez se eu tivesse dado uma chance as coisas teriam sido diferentes. Talvez fosse mais como os nossos planos e menos como as coisas são agora. Me desculpe.
.

Da série: coisas que Ella não gostaria de dizer (porque ela queria que você já soubesse)

.

.

Relembrando o que passou eu ainda não consigo entender o que de fato aconteceu. Será que todas aquelas mensagens foram apenas palavras ditas sem pensar? Será que eu te assustei tanto assim? Será que eu imaginei tudo isso? De alguma forma você ainda me afeta e eu não sei o quanto isso é bom. Enquanto isso não me ferir, vou deixar como está. Ainda tenho todas as mensagens. Não as deleto e quase nunca as visito, mas não custa nada lembrar que elas fizeram parte da minha história. Que você, de alguma forma, também fez parte dela. 
Eu ainda lembro de você.
.